“VOCÊS PENSARAM QUE EU NÃO IA MILITAR HOJE?”

CULTURA POPULAR, GÊNERO E CLASSE NO FUNK VAI MALANDRA

  • Guilherme Libardi
  • Luiz Henrique Castro

Resumo

Este estudo tem como objeto o videoclipe Vai malandra, da cantora de funk Anitta. A partir deste produto audiovisual, endereçamos discussões acerca das potencialidades políticas das representações de gênero e de classe no âmbito da cultura popular. Para isso, realizamos uma pesquisa documental e bibliográfica, nos amparando em autores e autoras vinculadas à perspectiva dos Estudos Culturais e à Teoria Feminista. Como resultado, identificamos que o videoclipe apresenta signos de protesto de ordem social e política, sugerindo formas subversivas de experienciar identidades, de viver o/no próprio corpo, bem como críticas à criminalização do funk. Ainda que consideremos estas práticas de representação como algo positivo, também apresentamos possíveis contradições e efeitos colaterais quando estas pautas políticas são midiatizadas.

Publicado
2018-07-07
Como Citar
LIBARDI, Guilherme; CASTRO, Luiz Henrique. “VOCÊS PENSARAM QUE EU NÃO IA MILITAR HOJE?”. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 2, jul. 2018. ISSN 2526-222X. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminariointernacional/article/view/157>. Acesso em: 16 out. 2019.