O RASTRO PRELIMINAR DO PROCESSO DE CIRCULAÇÃO MIDIATIZADA A PARTIR DE UM ANO ANTES DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL DE 2018

  • Jocélia da Silva Bortoli

Resumo

Com o impeachment da presidenta Dilma Rousseff em 2016, e a Operação Lava Jato, o discurso midiático político brasileiro intensifica-se na mídia. A circulação permite ao público comentar acerca dos acontecimentos em áreas das próprias instituições jornalísticas, gerando interfaces e lógicas nas duas pontas do processo comunicacional. Neste artigo, analisam-se as manchetes do 2 de outubro de 2017, um ano antes da eleição no primeiro turno em 2018, no Jornal Nacional (JN), nos sites da Folha de São Paulo (FSP), do G1 e do The Intercept Brasil2 (TIB), e os comentários do público nos espaços desses veículos. Além disso, durante a execução deste trabalho, foi adicionado ao corpus a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, um acontecimento relevante para observação das lógicas jornalísticas e do público.

Publicado
2018-07-07
Como Citar
BORTOLI, Jocélia da Silva. O RASTRO PRELIMINAR DO PROCESSO DE CIRCULAÇÃO MIDIATIZADA A PARTIR DE UM ANO ANTES DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL DE 2018. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 2, jul. 2018. ISSN 2526-222X. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminariointernacional/article/view/180>. Acesso em: 16 out. 2019.