Contribuições de Jacques Rancière para reflexões em torno do fotojornalismo contra-hegemônico: análise de uma fotografia do C.H.O.C Documental

Contributions by Jacques Rancière for reflections on counterhegemonic photojournalism: analysis of a photograph of C.H.O.C Documental

  • Rafael Giovani Venuto
  • Flávia Garcia Guidotti

Resumo

O artigo analisa uma fotografia produzida pelo coletivo C.H.O.C Documental, mídia independente formada por fotojornalistas que atuam de modo contra-hegemônico. Toma-se como parâmetro de análise o regime estético das artes identificado por Jacques Rancière (2005), para quem estética e política são conceitos e práticas que coexistem de modo imbricado na partilha do sensível. Na primeira parte do trabalho são apresentados os três regimes da arte. Em seguida, a imagem é colocada em diálogo com o regime estético, onde são ressaltadas suas características e a eficácia estética (Rancière, 2012) que a mesma abriga. Seu objetivo principal é, portanto, refletir sobre as possíveis contribuições do filósofo para os estudos em torno do fotojornalismo produzido contrahegemonicamente.

Publicado
2019-08-23
Como Citar
VENUTO, Rafael Giovani; GUIDOTTI, Flávia Garcia. Contribuições de Jacques Rancière para reflexões em torno do fotojornalismo contra-hegemônico: análise de uma fotografia do C.H.O.C Documental. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 3, ago. 2019. ISSN 2526-222X. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminariointernacional/article/view/257>. Acesso em: 16 out. 2019.