Do Homo faber ao Homo sapiens midiatizado:

uma análise do processo constitutivo

  • Ana Paula Pinheiro UFFS
  • Fernanda Pinheiro ULBRA
  • Felipe Pinheiro UPF

Resumo

A espécie humana evoluiu ao homem midiatizado, perpassou por vários aspectos, sendo influenciada por fatores: socioculturais, geográficos, temporais, socioeconômicos e, pode-se dizer, atualmente, tecnológicos e midiáticos. Sendo assim, buscou-se por meio deste estudo de cunho hermenêutico-explicativo, a partir de pesquisa teórico-bibliográfica apresentar um fio condutor do processo formativo que perpassou pela “evolução” do homem primitivo (aqui tratado como Homo faber), cujo meio de aprendizado foi-se constituindo através do seu fazer, do seu ato de criação diante das inúmeras situações encontradas e de sua necessidade até o vogo/presente do Homo sapiens midiatizado que hoje constitui e caracteriza a nossa espécie. Destarte, buscou-se analisar aspectos desta trajetória epistemológica que foram fundamentais para estas mudanças e como os avanços tecnológicos que o próprio Homo sapiens criou interferem nas relações sociais e na produção de novos conhecimentos? Para esclarecer e fundamentar a pesquisa buscou-se embasamento teórico em: Bergson (2005), Bastos (2011), Fonsêca (2009), Oliveira (2016), Santos (2014), Saviani (2007), Serrano (2009), autores que abordam de certa forma os aspectos que foram analisados neste trabalho, que se encontra subdividido em três seções, apresentando os aspectos do processo constitutivo da evolução do Homo faber ao Homo sapiens midiatizado.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestre em Educação pela UFFS, aluna PEC do Doutorado da UFRGS em 2019, Especialista em Mídias na Educação pela UFRGS, Educação Ambiental pela FURG, Gestão e Coordenação Pedagógica e Atendimento Educacional Especializado. Professora co Curso de Pedagogia do Centro Universitário IDEAU, Professora de LIBRAS e supervisora de estágio do Instituto Estadual Ernesto Ferreira Maia. Graduada em Pedagogia, Educação Física e Ciências Biológicas. Integrante do Grupo de Pesquisa sobre Politicas Públicas para o Ensino Superior da UPF - GEPES. Participante do Grupo de Estudos: Saberes e Fazeres do Coordenador Pedagógico - UFFS

##submission.authorWithAffiliation##

Acadêmica do Curso de Medicina da ULBRA - Canoas, intergrante do Camu, do Grupo de Pesquisa sobre a Desfibrilação Artrial, o uso das  mídias e tecnologias e a saúde.

##submission.authorWithAffiliation##

Graduando em Ciências Sociais e Jurídicas na Universidade de Passo Fundo, integrante dos grupos de pesquisa: Migarção, Transnacionalismo e Trabalho, do Projeto de Pesquisa: Reconheicmento e Tolerância em Sociedades Multiculturais com prof. Dr. Márcio Hamel, sendo bolsista da Iniciação Científica da UPF.

Publicado
2020-10-27
Como Citar
PINHEIRO, Ana Paula; PINHEIRO, Fernanda; PINHEIRO, Felipe. Do Homo faber ao Homo sapiens midiatizado:. Anais de Resumos Expandidos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 4, out. 2020. ISSN 2675-4169. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-resumos/article/view/1067>. Acesso em: 18 ago. 2022.