Identidade na mídia

a midiatização da Oktoberfest por parte da revista e da agência Alto Falante

  • Luana Daniela Ciecelski Universidade de Santa Cruz do Sul

Resumo

O artigo proposto é parte dos esforços de construção de um trabalho de dissertação que está em andamento dentro do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e que também está ligado ao grupo de pesquisa "Jornalismo Midiatizado e Circulação" do "Grupo de estudos sobre narrativas literárias e midiáticas” (Genalim/CNPQ), onde pretendemos compreender como a processualidade da midiatização interferiu na constituição identitária de Santa Cruz do Sul a partir da narrativa da Alto Falante - órgão de imprensa que circulou em Santa Cruz do Sul na década de 1980 e que compreendia uma revista e uma agência de comunicação - sobre a Oktoberfest –  no município. Contribuindo para isso, esse artigo terá como objetivo fazer o levantamento da forma como se deu essa referida processualidade, tanto pelo viés da revista, quanto pelo da agência, olhando para as gramáticas de produção. O trabalho iniciará uma por uma revisão bibliográfica a respeito da Midiatização, que é nossa teoria de fundo, a fim de que possamos compreender o que é ela e como ela se dá. Teremos como base os textos teóricos de Eliseo Verón (2013, 2014) e daqueles que mantêm suas pesquisas na mesma linha de pensamento como Fausto Neto (2006), Soster (2009), Morelli e Renó (2016). O passo seguinte será a utilização desse conhecimento para analisar a publicações da revista, a fim de encontrar os elementos que caracterizaram a processualidade da midiatização da Oktoberfest em suas páginas. Utilizaremos como método a catalogação de textos (matérias, reportagens, especiais, anúncios, etc) e imagens (fotografias, anúncios, etc), bem como a separação de excertos de textos considerados importantes. Também nos utilizaremos de entrevistas que foram feitas ao longo dos anos 2018 e 2019 - no âmbito de um projeto de extensão da Unisc, intitulado A Alto Falante e o resgate da memória do jornalismo de revista em Santa Cruz do Sul - com diversos fundadores, diretores, editores e colaboradores, tanto da revista quanto da agência Alto Falante, a fim de compreender quais foram as atividades da agência em relação a Oktoberfest, fazer um levantamento dessas informações, catalogando os dados coletados durante as conversas gravadas, para posteriormente compreender como se deu a midiatização a partir da agência também.  Acreditamos que, a partir disso, será possível apresentar com detalhes as formas pelas quais a processualidade da midiatização ajudou a construir a imagem que se tem da Oktoberfest e o papel da revista nesse cenário. Também acreditamos que esse é um passo muito importante para que possamos, posteriormente, com a continuidade do trabalho de dissertação, compreender o efetivo papel que teve a midiatização na reconfiguração do sentido de identidade germânica em Santa Cruz do Sul.  

Publicado
2020-10-27
Como Citar
CIECELSKI, Luana Daniela. Identidade na mídia. Anais de Resumos Expandidos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 4, out. 2020. ISSN 2675-4169. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-resumos/article/view/1092>. Acesso em: 17 jan. 2022.