Educação na era da hipermidiatização: pandemia, plataformas e algoritmos tensionando o fazer educativo

  • Marco Antônio de Oliveira Tessarotto Universidade Estadual do Piauí/Campus Professor Barros Ara´újo

Resumo

Este resumo expandido tem por temática discutir e apresentar possíveis afetações da hipermidiatização na educação, problemática esta, impulsionada pelo contexto da pandemia da covid-19. Neste sentido, observamos o cenário acelerado da midiatização (Rosa, 2016; Ferreira, 2016) e de expansão de suas bordas (Fausto Neto, 2009) nos atravessamentos dos processos de ensino e de aprendizagem mediados por uma bios da alma (Sodré, 2006). O contexto disruptivo com o uso das ferramentas tecnológicas do ecossistema “Google For Education”, a digitalização dos padrões normativos da educação suscitara intensas discussões sobre a necessidade de revisão destes modelos educacionais do presencial que seguiam a “cartilha de alfabetização do ABC”. Os educadores/as ao serem lançados a esta realidade das plataformas e algoritmos da educação lançaram-se ao desconhecido, de encontro ao inédito viável (Freire, 2018) das máquinas que, inexoravelmente, se apresentam em modo beta. Neste resumo, descrevemos um estudo de caso com o percurso tentativo de estudantes do 5º período do curso de Jornalismo em aulas remotas do componente curricular de Fotografia e Fotojornalismo, na Universidade Estadual do Piauí.

Publicado
2022-11-06
Como Citar
TESSAROTTO, Marco Antônio de Oliveira. Educação na era da hipermidiatização: pandemia, plataformas e algoritmos tensionando o fazer educativo. Anais de Resumos Expandidos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 5, nov. 2022. ISSN 2675-4169. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-resumos/article/view/1427>. Acesso em: 18 abr. 2024.