Dadificação e narrativa: deslocamentos na prática social do discurso jornalístico

  • Cleyton Carlos Torres Unicamp

Resumo

O presente trabalho visa investigar narrativas de dados sob a ótica do discurso jornalístico, bem como elementos estruturais e possíveis deslocamentos conceituais no que tange à narrativa. A metodologia consistiu em revisão de literatura e estudo de caso comparativo entre quatro narrativas jornalísticas oriundas dos veículos Nexo, Estadão, UOL e BBC. A partir de discussões teórico-conceituais e de aplicação de Ficha de Análise procurou-se identificar elementos utilizados, formas empregadas e possíveis divergências conceituais entre os objetos analisados e entre a literatura visitada. Concluiu-se que a narrativa clássica difere-se da narrativa de dados jornalística por conta, sobretudo, do jornalismo e do seu novo palco principal de atuação, o meio digital inserido em um ambiente de uma sociedade dadificada. Os dados apontaram previamente que não é possível, no momento, apontar um formato único para a narrativa de dados no discurso jornalístico e que as divergências estruturais e de apresentação, apesar de marcantes, devem ser consideradas como modos alternativos de se trabalhar as narrativas de dados no jornalismo.

Publicado
2022-11-06
Como Citar
TORRES, Cleyton Carlos. Dadificação e narrativa: deslocamentos na prática social do discurso jornalístico. Anais de Resumos Expandidos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 5, nov. 2022. ISSN 2675-4169. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-resumos/article/view/1491>. Acesso em: 29 jan. 2023.