MIDIATIZAÇÃO DA PERIFERIA: A TRANSFORMAÇÃO DO DISCURSO JORNALÍSTICO NAS CAPAS DA REVISTA VEJA

  • Camila Hartmann
  • Ada C. Machado da Silveira

Resumo

O artigo analisa a abordagem jornalística na cobertura de acontecimentos envolvendo os espaços periféricos a partir do aumento do poder de compra de seus moradores. Como objeto empírico de análise elegeu-se duas capas da revista Veja que guardam treze anos de diferença entre si e que evidenciam mudanças no tratamento discursivo do tema. A abordagem metodológica eleita define-se por procedimentos que reconhecem a negociação de sentidos integrante do contrato de comunicação midiática que prescreve toda situação de comunicação. As capas analisadas deixam explícitas as diferenças na abordagem jornalística: na edição de 2001 a periferia aparece ilustrada como um agrupamento de casebres desordenado em torno de arranha-céus; em 2014 é exibido um protagonista seu, que adquire notoriedade midiática.

Publicado
2017-06-30
Como Citar
HARTMANN, Camila; DA SILVEIRA, Ada C. Machado. MIDIATIZAÇÃO DA PERIFERIA: A TRANSFORMAÇÃO DO DISCURSO JORNALÍSTICO NAS CAPAS DA REVISTA VEJA. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2017. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/109>. Acesso em: 09 dez. 2022.