Reconfiguração de capas jornalísticas na sociedade midiatizada desde o projeto ACAPA

  • Camila Hartmann Universidade Federal de Santa Maria

Resumo

Este artigo aborda aspectos de uma pesquisa em andamento que tem o propósito de desvelar os condicionamentos que animam a reconfiguração de capas jornalísticas a partir de elementos inovadores na sociedade midiatizada. Estuda-se como a capa de revista e de jornal, considerada um elemento que foi substancial para a atividade jornalística a contar de seu surgimento, vem a ser tratada em tempos de convergência digital. Questões que circunscrevem a investigação perpassam pela relevância das capas na (re)constituição da identidade editorial da referida atividade e nos fatores que impulsionam a produção de capas jornalísticas hodiernamente.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Doutoranda e Mestra em Comunicação (2019) pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Santa Maria, na linha de pesquisa Mídias e Identidades Contemporâneas. Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela mesma Universidade (2017). Integrante do Grupo de Pesquisa Comunicação, Identidades e Fronteiras (UFSM/CNPq).

Lattes disponível em http://lattes.cnpq.br/7893011022740554

Publicado
2021-04-21
Como Citar
HARTMANN, Camila. Reconfiguração de capas jornalísticas na sociedade midiatizada desde o projeto ACAPA. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 4, abr. 2021. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/1322>. Acesso em: 28 nov. 2021.