Apocalípticos e moderados: os sentidos da COVID-19 entre os líderes evangélicos brasileiros

  • Odlinari Ramon Nascimento Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Luciana Miranda Costa

Resumo

Assim como vários influenciadores, os pastores evangélicos brasileiros publicaram nas mídias suas respectivas ideias e opiniões a respeito da COVID-19, que provocou a morte de milhões de pessoas em vários países. No entanto, a interpretação religiosa da pandemia foi plurívoca, a partir das conveniências de cada liderança. Este trabalho faz um recorte de cinco lideranças como representação da diversidade evangélica, a saber: Antônio Carlos Costa, pastor da Igreja Presbiteriana; Ed René Kivitz, pastor da Igreja Batista; Caio Fábio, pastor sem filiação denominacional; Edir Macedo, bispo da Igreja Universal e Silas Malafaia, pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo. Problematizamos a produção de sentidos sobre a COVID-19, a partir da análise de conteúdo publicado nos canais do YouTube por esses pastores. 

Publicado
2021-04-22
Como Citar
SILVA, Odlinari Ramon Nascimento; MIRANDA COSTA, Luciana. Apocalípticos e moderados: os sentidos da COVID-19 entre os líderes evangélicos brasileiros. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 4, abr. 2021. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/1333>. Acesso em: 27 nov. 2021.