Circulação da reportagem “Mulheres trans presas enfrentam preconceito, abandono e violência” na página do Fantástico no Facebook

  • Luan Moraes Romero Universidade Federal de Santa Maria
  • Pablo Furlanetto

Resumo

No presente artigo investigamos a circulação da reportagem “Mulheres trans presas enfrentam preconceito, abandono e violência” na página do Fantástico no Facebook. Utilizamos como conceitos norteadores os estudos da sociedade de plataformas (VAN DIJCK, POELL e DE WAAL, 2018) e da circulação (BRAGA, 2017; FAUSTO NETO, 2018).  Enquanto aporte metodológico, nos apoiamos no paradigma indiciário proposto por Braga (2008), descrevendo como ocorreu a publicação e a circulação da reportagem. Notamos que o produto midiático em circulação aciona diversos episódios comunicacionais em diferentes momentos, que são reiterados em fluxos comunicacionais adiante.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Jornalista, Universidade Federal de Santa Maria, mestrando em Programa de Pós-graduação em Comunicação (POSCOM/UFSM). http://lattes.cnpq.br/9610460160161258

Publicado
2021-04-22
Como Citar
ROMERO, Luan Moraes; FURLANETTO, Pablo. Circulação da reportagem “Mulheres trans presas enfrentam preconceito, abandono e violência” na página do Fantástico no Facebook. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 4, abr. 2021. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/1346>. Acesso em: 28 nov. 2021.
Seção
GT COMUNICAÇÃO E DIFERENÇA: CORPOS, AFETOS E TERRITÓRIOS II