ENQUADRAMENTOS E COBERTURA DO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO ACERCA DAS MIDIATIZADAS MANIFESTAÇÕES SOCIAIS DE JUNHO DE 2013: CRISE JORNALÍSTICA E O PAPEL DAS PESQUISAS DATAFOLHA

  • Ivan Daniel Müller
  • Gustavo Roese Sanfelice

Resumo

A partir de uma análise semioantropológica da teoria da midiatização (Verón, 2014) torna-se possível entender porque atualmente vivenciamos um momento único, que delineia o que diversos autores cunharam como sendo uma Sociedade Midiatizada (Verón, 1997, 2014; Sodré, 2006; Gómes, 2006). É partindo dessa premissa que o presente artigo evidencia um estudo de caso acerca da cobertura do Jornal Folha de São Paulo a respeito das Midiatizadas Manifestações Sociais de Junho de 2013 e, a partir de tal análise, denota uma crise jornalística experimentada pela Folha à época e o papel das pesquisas DataFolha na reinserção de uma “legitimidade discursiva” por hora rompida pela crise. A análise procedimental deu-se sob a ótica de enquadramentos (frames) de Goffman, de onde analisou-se distintos fragmentos de registros veiculados na Folha de São Paulo dos dias 07 de junho de 2013 ao dia 02 de julho de 2013 que faziam referência às Midiatizadas Manifestações Sociais de Junho de 2013.

Publicado
2017-06-30
Como Citar
MÜLLER, Ivan Daniel; SANFELICE, Gustavo Roese. ENQUADRAMENTOS E COBERTURA DO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO ACERCA DAS MIDIATIZADAS MANIFESTAÇÕES SOCIAIS DE JUNHO DE 2013: CRISE JORNALÍSTICA E O PAPEL DAS PESQUISAS DATAFOLHA. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2017. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/26>. Acesso em: 09 dez. 2022.