A SAÍDA DE BENTO XVI DO VATICANO: UMA TELECERIMÓNIA NA ERA DE MEDIATIZAÇÃO

  • Bernardino Dias Frutuoso

Resumo

O acontecimento histórico da saída de Bento XVI do Vaticano em 2013, depois da renúncia ao papado, foi transmitido em directo pelo Centro Televisivo Vaticano. A “televisão do papa”, que tem mediatizado a figura e o ministério pastoral dos sumos pontífices desde 1983, produziu e transmitiu em directo esse acontecimento cerimonial que teve como protagonista principal o chefe da Igreja Católica, guia espiritual de milhões de pessoas. Um evento mediático (Dayan e Katz, 1999) retransmitido nos ecrãs dos diferentes dispositivos tecnológicos actuais e que, na era da mediatização, outorgou visibilidade pública a um sumo pontífice com escasso carisma mediático.

Publicado
2017-06-30
Como Citar
FRUTUOSO, Bernardino Dias. A SAÍDA DE BENTO XVI DO VATICANO: UMA TELECERIMÓNIA NA ERA DE MEDIATIZAÇÃO. Anais de Artigos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2017. ISSN 2675-4290. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-artigos/article/view/66>. Acesso em: 09 dez. 2022.