Identidade é uma construção que se narra: Representação LGBTQIA+ no programa “Amor & Sexo"

  • Breno da Fonseca Motta Rodrigues Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Iluska Maria da Silva Coutinho Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Resumo

A representação e a representatividade LGBTQIA+ têm sido foco de estudos na contemporaneidade a partir do olhar das ciências humanas e sociais. A proposta do artigo é compreender em que medida a presença de corpos lésbicos, gays, bissexuais, travestis e transgêneros, queers, intersexos, agêneros e outros em cena teria influenciado mudanças na forma de tratamento das discussões em torno de sexualidade e gênero em um programa de TV. O objeto empírico será composto pela edição datada de 02 de março de 2017 da atração de entretenimento “Amor & Sexo”, veiculada pela Rede Globo de Televisão, avaliando qualitativamente as participações de atores e atrizes sociais LGBTQIA+ convidados e convidadas pela produção televisiva. Com a contribuição da análise audiovisual do episódio em questão, faz-uma revisão bibliográfica para o entendimento a respeito do papel do entretenimento televisivo para a difusão da diversidade de pautas deste grupo.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrando da linha Mídias e Processos Sociais do Programa de Pós-Graduação (PPGCOM) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), graduado em Comunicação Social pela mesma instituição e diplomado como ator profissional pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL). Membro do Núcleo de Jornalismo Audiovisual (NJA), coordenado pela Dra. Iluska Coutinho. Na academia, seus estudos são voltados para o entretenimento televisivo. Também tem forte atuação no universo das artes, com participações como ator, produtor, curador, assistente de direção e assessor de imprensa de diversos produtos culturais, sejam eles teatrais ou audiovisuais.

##submission.authorWithAffiliation##

Professora titular da Universidade Federal de Juiz de Fora é jornalista formada pela Universidade Federal do Espírito Santo (1993), mestre em Comunicação e Cultura pela Universidade de Brasília (1999) e doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista de São Paulo (2003), com estágio doutoral na Columbia University (NY). Pós-doutora em Comunicação (Universidade Nova de Lisboa), integra o Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFJF e coordena o grupo de pesquisa Núcleo de Jornalismo e Audiovisual (NJA). Atua como vice presidente do Comitê de Ética em Pesquisa em Humanos e do Colegiado do curso de Jornalismo. Desenvolve pesquisas sobre Jornalismo, Audiovisual e Direitos Humanos com financiamento da Fapemig e do CNPq. Bolsista produtividade em pesquisa, PQ2. Autora do livro "Dramaturgia do telejornalismo brasileiro" (Mauad-x, 2012), e de uma série de capítulos, já atuou como coordenadora de Pós-Graduação da UFJF (2015-2016); coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFJF (2019-2022 e 2010-2012) e dos cursos de especialização em "Arte, Cultura Visual e Comunicação" (2005-2007); "Televisão, Cinema e Mídias Digitais" (2007-2012) e "Jornalismo Multiplataforma" (2013-2014). Integra o Conselho Consultivo da Telejor - Rede de Pesquisadores de Telejornalismo, que coordenou em 2018/19. Atuou ainda nas sociedades científicas da área como Diretora Científica da Intercom (2014-2017) e Diretora editorial da SBPJor (2011-2013).

Publicado
2022-11-07
Como Citar
DA FONSECA MOTTA RODRIGUES, Breno; DA SILVA COUTINHO, Iluska Maria. Identidade é uma construção que se narra: Representação LGBTQIA+ no programa “Amor & Sexo". Anais de Resumos Expandidos do Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 5, nov. 2022. ISSN 2675-4169. Disponível em: <https://midiaticom.org/anais/index.php/seminario-midiatizacao-resumos/article/view/1495>. Acesso em: 18 abr. 2024.